quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Entendendo o que é turnover e como diminui-lo

Por Sonia Jordão
Na área dos Recursos Humanos utiliza-se muito o termo turnover, que é a rotatividade de pessoal de uma organização. É a relação entre a quantidade de admissões e demissões ou a taxa de substituição de trabalhadores antigos por novos. Enfim, é o fluxo de entradas e saídas de pessoas em uma organização.
Quando alguém deixa a empresa (desligamentos, demissões, aposentadorias, fim de contrato) deve ser compensado pela entrada (admissões) de um novo colaborador.
Para saber o percentual de turnover na sua organização, use a seguinte fórmula, com dados do último dia do mês:
(número de demissões + número de admissões)/2 X 100
número de funcionários ativos
Após conhecer o percentual de turnover, é bom entender os fatores que influenciam a rotatividade na organização. Principalmente se o número for acima do valor médio da categoria, onde a empresa estiver inserida. O turnover pode ocorrer por:
  • recrutamento e seleção com problemas;
  • baixo comprometimento organizacional;
  • problemas com clima organizacional;
  • suporte organizacional com problemas;
  • remuneração inadequada;
  • e mercado de trabalho aquecido.
Quando há desligamento da empresa, ele poder acontecer:
  • por iniciativa do funcionário – o funcionário decide encerrar a relação de trabalho com o empregador.
  • ou por iniciativa da organização – a organização decide demitir o funcionário.
Geralmente, o turnover é tido como um indicador da saúde organizacional e deve ser controlado para manter o capital intelectual da empresa e evitar grandes custos para a organização, tais como custos de recrutamento, custos de seleção, custos de treinamento e custos de desligamento.
Para diminuir o turnover na organização, é preciso ter um plano de ações. Este demonstra sua capacidade de planejar. Para se fazer um bom plano de ações, recomendo usar o 5W3H. Um método com cinco palavras começadas com W e três palavras iniciadas por H.
Este método usa uma série de perguntas que ajudará a organização na tomada de decisões, ações e na atribuição de responsabilidades. Em alguns casos não é necessário usar as oito palavras. Pode se usar somente algumas delas. Os 5W3H são os seguintes:
  • What – O que fazer (O que será feito? Quais as etapas?)
  1. ​Quais os resultados dessa atividade?
  2. Quais atividades são dependentes dessa?
  3. Quais atividades são necessárias para o início desta?
  4. Quais os insumos necessários?
  • How – Como fazer (Como deverá ser realizada cada tarefa/etapa? Qual o método?)
  1. Como essa atividade será executada?
  2. Como acompanhar o desenvolvimento dessa atividade?
  3. Como A, B e C vão interagir para executar essa atividade?
  • Why – Porque fazer (Justificativa para executar a tarefa.)
  1. Por que essa atividade é necessária?
  2. Por que essa atividade não pode fundir com outra atividade?
  3. Por que A, B e C foram escolhidos para executar essa atividade?
  • Who – Quem vai fazer (Quem realizará a tarefa? Defina os responsáveis.)
  1. Quem executará determinada atividade?
  2. Quem depende da execução dessa atividade?
  3. Essa atividade depende de quem para ser iniciada?
  • When – Quando fazer (Quando cada tarefa será executada? Qual o tempo necessário?)
  1. Quando será o início da atividade?
  2. Quando será o término?
  3. Quando serão as reuniões presenciais?
  • Where – Onde fazer (Onde cada etapa será executada?)
  1. Onde a atividade será executada?
  2. Onde serão feitas as reuniões presenciais da equipe?
  • How Much – Quanto custará fazer (valores, custos necessários, horas/homem)
  1. Quanto custará essa atividade?
  • How Many – Quanto em quantidade
  1. Quanto tempo está previsto para a atividade?
  2. Quantas pessoas estarão envolvidas?
Para facilitar a aplicação do 5W3H, é recomendado construir uma tabela com cada uma das questões citadas acima, questioná-las e anotar as decisões de cada questão. É importante saber que qualquer item que julgar desnecessário pode ser descartado.
Pergunte aos que sabem o porquê e com isso descubra o que fazer para evitar novas demissões. Cada ação tomada leva a resultados diferentes. À medida que for implementando, adequadamente, seu plano de ações, o turnover tende a diminuir.
Sonia Jordão é especialista em liderança, palestrante, consultora empresarial e escritora. Autora do livro “A Arte de liderar – Vivenciando mudanças num mundo globalizado”, e dos livros de bolso “E agora, Venceslau? – Como deixar de ser um líder explosivo” e “E agora, Lívia? – Desafios da liderança”.

Sites: www.soniajordao.com.br
www.tecernegocios.com.br
www.umnovoprofissional.com.br
www.tecerlideranca.com.br
www.editoratecer.com.br.